top of page
  • Foto do escritorBruna Ramos

Tudo o que você precisa saber antes de comprar SSD e HD

Saiba como escolher se você precisa de um SSD ou HD. Conheça as funções e os tipos de cada hardware que podem melhorar o desempenho e processamento da sua máquina 


escolher um hd ou ssd
Saiba qual hardware escolher antes de comprar

Se o seu notebook está sem espaço de armazenamento, está com o disco rígido lento ou você está procurando deixá-lo com um desempenho melhor, talvez seja a hora de atualizar o seu hardware. 


Esse processo é importante pois inibe o mal funcionamento da sua máquina, diminuindo a quantidade de travamentos e de erros em softwares. A atualização liga o alerta para a necessidade de um upgrade na capacidade do hardware, para definir, por exemplo, se há memória suficiente ou se o processamento precisa ser otimizado.


Para isso, você pode optar em comprar um HD ou um SSD com o objetivo de melhorar a performance da máquina. Vamos explicar as diferenças entre HD e SSD ao longo do texto para ajudar você a escolher qual hardware é o melhor para resolver o seu problema. 


Quais as funções e tipos de HD?

O disco rígido ou HD é um dispositivo de armazenamento e de leitura de dados mais utilizado nos dispositivos. Sua principal função é guardar arquivos pessoais e até informações utilizadas pelo próprio sistema operacional a longo prazo. Qualquer problema com esse componente, compromete o acesso a esses dados. 


A gravação e a leitura de dados em um HD acontecem devido às cabeças de leitura eletromagnéticas, que estão presas a um braço móvel de alumínio, que conta com um conjunto de imãs. Essa cabeça detecta a magnetização nos setores do disco a uma velocidade que varia entre 5.400 e 7.200 RPMs (rotações por minuto) e acessa a superfície do disco rígido para ler os dados gravados e gravar novas informações.


Ou seja, dentre as funções de um HD, listamos

  • Armazenamento de grande volume de dados;

  • Compatibilidade universal em uma variedade de dispositivos, como desktops, servidores, notebooks e etc;

  • Armazenamento de dados temporário e caches;

  • Acesso rápido e eficiente aos dados disponíveis;

  • Leitura de dados e gravação de novos dados;

  • Armazenamento de arquivos como documentos, fotos, vídeos e etc;

  • Inicialização e execução do sistema operacional e aplicativos.

Os HDs desempenham um papel crucial em muitos sistemas devido ao armazenamento de grandes volumes de dados e sabemos que hoje isso é uma necessidade para a maioria dos usuários. Entre eles, existem tipos de componentes específicos conforme a necessidade operacional. 


ATA

Muito comum em computadores tradicionais por um tempo, Ata é um HD que existe desde 1980. Com o avanço tecnológico, passou por diversas modificações chegando até a 8a versão, que permitia transferências de dados de até 133 MB/s com capacidade de 500 GB. Hoje, caiu em desuso devido aos outros tipos de HD que oferecem uma capacidade maior de armazenamento. 


SATA (padrão)

Sata é a substituição do Ata, por ele ter atingido seu limite devido ao padrão de cabos que não permitia mais a transferência de dados. O sata é um dos tipos de HD mais utilizados. Por meio dele, foi possível que os HD tivessem um gerenciamento de energia mais eficiente e a possibilidade de conexão com o sistema operacional em funcionamento. A taxa de transferência é de até 600 MB/s com a capacidade de 500 GB até 3 TB.


SCSI

Não tão conhecidos pelo público, esse tipo de HD foi lançado em 1986. A sua taxa de transferência de dados era superior à da concorrência, mas sua área eram as máquinas corporativas e não de uso pessoal. Algumas infraestruturas de TI utilizavam o formato SCSI pela taxa de transferência superior, mas com a chegada do HD Sata, isso mudou e o Sata virou padrão. 


Quais as funções e tipos de SSD? 

O SSD é um dispositivo de armazenamento de dados não volátil que utiliza memória flash - células de memória individuais que armazenam bits para serem acessados imediatamente. SSDs possuem uma rápida transferência de dados e é isso que melhora o desempenho do seu computador.


Diferente dos HDs, os SSDs não têm partes móveis nem utilizam discos magnéticos rotativos de armazenagem de dados. Em vez disso, utilizam chips de memória NAND possibilitando o armazenamento de dados de forma digital. O dispositivo aumenta a velocidade para que uma grande quantidade de dados sejam carregadas de uma só vez. 


A principal função dos SSDs é melhorar o desempenho da máquina durante a realização de alguns processos, como

  • O armazenamento de dados;

  • A velocidade na leitura e no acesso a dados; 

  • A inicialização do sistema operacional;

  • A inicialização de um programa;

  • A importação e exportação de arquivos de vídeo;

  • A abertura de um arquivo grande em um programa que consome vários recursos

  • O carregamento de um jogo de videogame.


SSDs são rápidos e úteis para os usuários que querem uma máquina rápida e atualizada. Hoje, isso é desejo de qualquer pessoa que utilize dispositivo eletrônico digital. Para você escolher o SSD ideal para a sua necessidade é preciso conhecer quais os formatos que o mercado tecnológico oferece.


Tipos de SSD: 2.5 pol, M.2, mSATA e U.2


2.5 pol

O 2.5 pol é o SSD mais comum dentre os utilizados e se ajusta à maioria dos notebooks e PCs. Ele tem uma forma semelhante a de um HD e tem a conexão via cabos SATA, oferecendo uma experiência similar ao que as pessoas já estavam acostumadas. 


M.2

O M2 é outro tipo de SSD que também se tornou padrão de armazenamento para máquinas com estilo de notebook e laptops. Seu formato é pequeno e fácil de instalar, na maioria das vezes, diretamente na placa-mãe. Esse formato de SSD está disponível em vários tamanhos para permitir diferentes capacidade de drive SSD. Quanto maior for, mais chips Flash Nand podem ser montados, o que proporciona drives de maior capacidade. 


mSATA

Também chamado de mini-SATA, o mSATA se refere à versão menor do SSD SATA, que é o tamanho padrão. Utiliza o um formato compacto e não intercambiável, ou seja não possui uma bateria removível para ser compartilhada com outras ferramentas de tecnologia compatível. É um tipo de SSD projetado para sistemas de formato menor com espaço limitado. 


U.2

O U.2 se parece com o drive do 2.5 pol, só que um pouco mais grosso. Esse tipo de SSD é voltado para as estações de trabalho, servidores e aplicações corporativas que precisam de maior armazenamento. O U.2 é mais favorável à transferência de calor do que o formato M.2 pois permite temperaturas de operação mais elevadas.


O que considerar durante a escolha entre um HD ou SSD

ssd ou hd sao hardwares que melhoram o deseménho do notebook
Avalie aspectos importantes antes de escolher entre um HD ou SSD

Antes de escolher qual dos dois hardwares comprar, é importante considerar aspectos específicos conforme a necessidade da sua máquina. Dentre os pontos necessários, considere o 5 abaixo.


1.Capacidade de armazenamento e desempenho

Considere a quantidade de armazenamento necessário para seus arquivos, aplicativos e sistema operacional. Avalie também se a velocidade é uma prioridade para você, se sim, invista em um SSD para melhorar o desempenho de todos os seus processos, desde a inicialização até a transferência de arquivos. 


2. Resistência e durabilidade

Por não terem partes móveis, os SSDs são mais resistentes a impactos físicos. Então, se a durabilidade é um ponto importante para você, considere esse ponto na hora de comprar. SSDs também possuem um número limitado de gravação, então considere a vida útil estipulada pelo hardware. 


3. Tipo de interface

Avalie qual tipo de interface de SSD que o seu sistema operacional suporta. Dessa forma, você conseguirá aproveitar a velocidade que o SSD oferece do modo correto em um sistema adequado a ele. Alguns sistemas operacionais aproveitam melhor as vantagens dos SSDs em comparação com o HDs, então verifique a compatibilidade. 


4. Marca e credibilidade

Pesquise e faça reviews sobre quais marcas são confiáveis, veja as avaliações e experiências dos usuários com os dispositivos. 


5. Atualizações de Firmware

Avalie se é possível e fácil realizar as atualizações de firmware no HD ou SSD, pois é por meio disso que você pode melhorar o desempenho e corrigir os problemas relacionados à compatibilidade. 


Com base no que foi apresentado, agora você entende as diferenças entre os formatos de SSD e HD e sabe que antes de tomar a decisão de qual comprar, é importante também avaliar a necessidade da sua máquina naquele momento. 


Além disso, também é necessário ler o manual do usuário e verificar a compatibilidade com a sua placa mãe e com o sistema. Com isso, será possível confirmar se a interface escolhida dos dispositivos vai funcionar corretamente na sua máquina. 


12 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page